Efeitos de pedal

Individual-pedalsO pedal de guitarra é um equipamento que altera o som comum do instrumento elétrico. Ele pode ser usado em shows ou gravações de estúdio. Durante o uso, o pedal é conectado à guitarra e acionado pelo pé do músico, por isso deve ser colocado no chão. O guitarrista pode utilizar um conjunto de pedais ou optar por uma pedaleira, aparelho que incorpora variados tipos de pedais. Há muitos modelos de aparelhos disponíveis, classificados em categorias de efeitos.

Modulação

Os efeitos de modulação desafinam levemente o som limpo. São exemplos deste tipo de efeito o Vibrato, Chorus, Phaser e Flanger. O Chorus causa um atraso de sinal, misturando o sinal normal com o alterado, resultando no som de dois instrumentos ao mesmo tempo.

Ambiência

Os pedais de Delay e Reverb são os mais caros e estão disponíveis no formato analógico ou digital. O Reverb dá uma sensação de profundidade no áudio, simulando a reflexão das ondas de som na parede do ambiente. Já o Delay serve para atrasar o som e repetir o áudio, dando a sensação de mais profundidade.

Ganho

Também conhecidos como pedais de distorção, eles aumentam o volume, causando o efeito de distorção comum em músicas de rock. O efeito de distorção elimina os agudos e graves mais extremos, ou seja, as frequências mais potentes. Compõem o grupo os efeitos de Fuzz, Boost e Overdrive. Pedais deste tipo são usados por guitarristas de hardcore, grunge, metal e hard rock.

Dinâmicos

Os efeitos Sustainer, Limiter e Compressor realizam o controle da amplitude do sinal. O Compressor deixa as notas no mesmo volume, suavizando aquelas que forem tocadas com mais força nas cordas e amplificando as mais sutis.

Efeitos de Pitch e Tonalidade

Fazem parte do grupo os efeitos como Sustainer, Wah-Wah, Equalizer, Harmonizer, Simulator e Filter. Eles alteram a equalização do som, seja ela média, grave ou aguda.

ADD YOUR COMMENT